Entre os dias 02 e 08 de março acontece ao mesmo tempo em mais de 10 cidades brasileiras o IV Festival Internacional Lume de Cinema. Realizado pela Lume Filmes, o festival deste ano conta com 7 longas-metragens e 11 curtas-metragens, de 15 países diferentes na Mostra Competitiva e, em Teresina, tem exibição nos Cinemas Teresina.

Eclipse Solar - mostra competitiva curta metragem

Eclipse Solar – mostra competitiva curta metragem

Crise econômica mundial, violência contra a mulher, reinserção social de ex-presidiários e crueldade animal são alguns dos temas dos filmes selecionados pela curadoria do festival, que nesta edição apresentará ao público obras de cineastas de países como Cazaquistão, Suíça, Grécia, Rússia e Macedônia.

Com o júri composto por 5 personalidades de áreas como realização e divulgação do cinema autoral e crítica, os filmes ganhadores terão direito a contrato de distribuição com a Lume Filmes. Entre as cidades que o festival acontece estão Rio de Janeiro, Niterói, Búzios, Porto Alegre, Florianópolis, Balneário Camboriú, Vitória, Salvador, Aracajú, Maceió, João Pessoa, São Luís e Belém.

O Festival Internacional Lume de Cinema é um festival internacional de cinema realizado no Brasil para longas e curtas metragens, com foco no cinema autoral e independente, tendo suas solenidades de abertura e encerramento do evento realizadas em São Paulo.

Confira a programação:

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS (em ordem alfabética):

  1. AINDA SANGRO POR DENTRO de Carlos Segundo (BRASIL)
  2. AQUELA RUA TÃO TRIUMPHO de Gabriel Carneiro (BRASIL)
  3. ECPLIPSE SOLAR de Rodrigo de Oliveira (BRASIL)
  4. IMPORT de Ena Sendijarevic (HOLANDA)
  5. L’ INFINI de Lukas Dhont (BÉLGICA)
  6. O HOMEM QUE VIROU ARMÁRIO de Marcelo Ikeda (BRASIL)
  7. OVER de Jorn Therfall (HOLANDA)
  8. RETURN TO ERKIN de Maria Guskova (RÚSSIA)
  9. THE GIFT de Sophie Perrier (SUÍÇA)
  10. THE SON de Hristo Simeonov (BULGÁRIA)
  11. TO LIGHT de Nora Sarak (LETÔNIA/LATVIA)

 

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS (em ordem alfabética):

  1. AMOK de Vardan Tozija (MACEDÔNIA)
  2. EAT THE BONES de Jean-Charles Hue (FRANÇA)
  3. JOVENS INFELIZES OU UM JOVEM QUE GRITA NÃO É UM URSO QUE CHORA de Thiago
  4. Mendonça (BRASIL)
  5. LESTE OESTE de Rodrigo Grota (BRASIL)
  6. STILL LIFE de Maud Alpi (FRANÇA)
  7. THE WOUNDED ANGEL de Emir Balgazin (CAZAQUISTÃO/ALEMANHA)
  8. THREAD de The Boy (GRÉCIA)

 

SESSÕES ESPECIAIS (FORA DA COMPETIÇÃO):

Caminho a La Paz de Francisco Varone (Argentina) (longa-metragem) (Pré estréia no Brasil)

Signo das Tetas de Frederico Machado (Brasil) (longa-metragem)

Angústia de Frederico Machado (Brasil) (curta-metragem)